Search
quarta-feira 22 novembro 2017
  • :
  • :

Prefeitura de Pindamonhangaba realiza 1ª Audiência Pública sobre transporte coletivo

A Prefeitura de Pindamonhangaba realizou, na quinta-feira (2), a primeira audiência pública do transporte coletivo. O intuito foi dar oportunidade para a população opinar e participar da formatação do edital para a abertura de uma nova licitação de contratação de empresa de transporte coletivo.
O evento teve a presença da população, que solicitou melhorias como adequação e ampliação dos horários de ônibus e aumento do número de pontos de ônibus pela cidade, entre outras. Os representantes do transporte coletivo também estiveram presentes e fizeram reivindicações como a melhor interação com a empresa de ônibus.
A audiência pública teve à frente o secretário de Infraestrutura e Planejamento da Prefeitura, Urbano Patto, e contou com a presença do secretário de Gestão e Articulação Política, Ricardo Piorino, secretário Jurídico, Anderson Alves, secretário de Serviços Públicos, Josué Bondiolli, além da diretora de Gestão, Thais Batista do Carmo, diretora de Trânsito, Luciana Viana, e nove vereadores: Carlos Eduardo Magrão, Felipe César, Gislene Cardoso, Jorge da Farmácia, Renato Cebola, Professor Oswaldo, Rafael Goffi, Roderley Miotto e Ronaldo Pipas.
Outras audiências públicas estão previstas para serem realizadas pelos bairros da cidade.

Situação atual

A empresa responsável pelo transporte coletivo em Pindamonhangaba, atualmente, é a Viva Pinda, que conta com uma frota de 42 veículos, sendo 36 em operação e seis na reserva, operando em 14 linhas. A estimativa da Viva Pinda é de 17 mil pessoas pagantes por dia e 2 mil pessoas isentas, também por dia, utilizem o transporte coletivo na cidade.
O contrato sobre transporte coletivo foi assinado entre a Prefeitura e, na época, a Pássaro Marron, em dezembro de 2004, com duração de 10 anos. Após a assinatura, a empresa Tursan assumiu o contrato e, em abril de 2009, a Viva Pinda.
No final de 2014, o contrato de 10 anos chegou ao fim mas, como não foi realizada uma nova licitação, a Prefeitura passou a fazer renovações de seis em seis meses, sendo que a última delas termina em 30 de junho de 2017.
A diretora do Departamento de Trânsito explicou que a intenção da Prefeitura é realizar o processo licitatório antes do término deste prazo.