Search
sábado 23 setembro 2017
  • :
  • :

Coluna Espírita (Agê)

Abençoado interprete de preciosas mensagens assinadas por veneráveis mentores astrais, o inspirado médium e estimado amigo Ari Rangel, brinda hoje este enfeitado espaço com maravilhosa página psicográfica. Acompanhem:
O beijo do pai seráfico
Meus filhos, que o Senhor nos una sempre!
Não é de agora que os nossos corações se encontram entrelaçados, mas de há muito nossas almas carreiam pelos caminhos evolutivos em busca da luminosa presença do Cristo.
Outrora, aqui mesmo estivemos na condição de religiosos, quando ainda nas primeiras horas desta urbe abençoada, o capitão-mor, povoador e também procurador da senhora condessa de Vimieiro, donatária da Capitania de Itanhaém, Jacques Félix, principiava, desde 1639, os primeiros alicerces nestas terras povoadas pelas famílias guianás…
Quando , por fim, aclamada próspera vila, em 1645, sob a denominação de “São Francisco das Chagas de Itaboaté”, o mesmo Jacques Félix houve por bem solicitar a vinda de
mais religiosos que o ajudassem na povoação, desde que os mesmos não fossem jesuítas, temeroso de aqui acontecer o que havia sucedido em “Santo André da Borda do Campo”, envolvendo aqueles religiosos e registrado nos anais da história. Destarte, aqui chegou, vindo de Portugal, o denodado benfeitor Jerônimo de São Brás,que,expediente, não demorou em edificar, em 1674, o Convento de Santa Clara.
Foi nestes anos de grande florescência, que aqui aportamos na condição de frades franciscanos, com o propósito de esparzir as luzes do Evangelho de Nosso Senhor Jesus-Cristo.
À princípio, asilamo-nos no chamado “Convento Velho”, enquanto o novo, com a ajuda de irmãos negros e índios, era erigido, sob a inspiração de Santa Clara.
Vivíamos, ali, o sabor de um novo tempo, intuídos pelo amor incondicional do Cristo de Deus e sob a inspiração direta do “Pai Seráfico”, quais soldados do Evangelho Redentor, nas terras de um novo mundo, que urgia conhecê-Lo. Não é à toa, tampouco por casualidade, que esta cidade mantém estreito laço com o “Poverello de Assis”.
Sabe-se que certa feita, quando ainda organizava a construção do novo convento, Frei Jerônimo teve uma visão espiritual espetacular, que o arrancou para fora de seu minguado corpo. Viu ele que, ali, onde se levantavam os primeiros alicerces da casa religiosa, uma luz estupenda irradiava sentimentos de amor incondicional, o que fez com que o frei e seus auxiliares nos ajoelhássemos, incontinentes, embora fosse ele, o único a ver aquelas irradiações mais diretamente, quando há pouco, sai daquele feixe luminoso, um ser nimbado de luz e acompanhado por seres angelicais… Era o próprio Francisco quem vinha abençoar, no mundo, mais um lar para seus filinhos necessitados… Feliz e emocionado, o apóstolo de Jesus beija o chão daquela terra dizendo: “Seja aqui edificado, sob o amparo do Senhor, uma nova civilização, onde Ele floresça no coração de seus filhos”!…
Tomados de comovedora emoção vimos frei Jerônimo chorar por semanas sucessivas depois daquela inefável visão.
Sabe-se, ainda, que Santa Clara, igualmente aqui esteve para que tudo saísse à contento, inspirando aqueles trabalhadores da primeira hora do Evangelho do Senhor no Novo Continente. Também não é à toa que a velha igreja-matriz faceia o convento, como se ambos, Francisco e Clara, proseassem “ad aeternum”, tal qual acontece apenas e tão somente em Assis e nenhum outro lugar do mundo.
Daqueles dias pioneiros para hoje, eis-nos aqui, novamente, faceando o “Evangelho Redivivo”, junto de irmãos tão queridos, renascidos ou radicados neste rincão abençoado.
Quantos de vós rogaram o renascimento nesta terra próspera e iluminada. Havemos, assim, que nos perguntar, à luz das bênçãos de nosso benfeitor amado: Jesus já floresce em nossos corações?!
Agradecei, meus filhos, agradecei!
Novos tempos, mas sempre com e para Jesus!
Agradeço-vos a bondade!
Paz e Bem!
Com o ósculo fraterno do irmão menor, que tendes a caridade de ouvir,

ELEUTÉRIO DE JESUS*

(MENSAGEM PSICOGRAFADA NO CENTRO ESPÍRITA “CASA DE EURÍPEDES”, EM TAUBATÉ-SP, NO DIA 4 DE DEZEMBRO DE 2005, PELO MÉDIUM ARI RANGEL.)

*FREI ELEUTÉRIO DE JESUS, ou ELEUTÉRIO DE MILÃO, é o benfeitor espiritual da “CASA DE EURÍPEDES”, cujas últimas três encarnações, viveu como frade franciscano, e, segundo relatos de outras casas espíritas, é um dos benfeitores espirituais da nossa cidade, desde aqueles tempos memoráveis de sua construção.

 

 

16/09/2017