Search
sexta-feira 17 novembro 2017
  • :
  • :

Suporte do Estado para o tratamento oncológico à população é criticado na Câmara de Taubaté

A Sessão da última segunda-feira, 30 de outubro, foi marcada pela crítica áspera que o parlamentar taubateano, Guará Filho (PR), direcionou ao Governo do Estado após, segundo o próprio vereador, ser procurado por inúmeros munícipes em seu gabinete que reclamaram da falta de tratamentos oncológicos oferecidos na rede pública de saúde.
Segundo Guará Filho (PR) existem campanhas de conscientização contra todos os tipos de câncer na cidade e, também, nas mídias em geral do município. Porém no quesito suporte de tratamento o sistema de saúde ainda é muito falho.
“Nós estamos vivendo neste momento o Outubro Rosa, que é um exemplo de grande campanha contra o Câncer de Mama, voltada especificamente para as mulheres, porém, a população se engaja na campanha, identifica o problema, mas ai na hora do tratamento as pessoas não encontram local para se curar. É horrível esta situação, precisamos fazer alguma coisa urgentemente”. (Ver. Guará Filho – PR).
O colunista Drauzio Varella do jornal Folha de S. Paulo divulgou no ultimo dia 28 de outubro um texto onde ele critica também a forma que os Governos brasileiros tratam a doença do câncer. Assim como o Doutor Dráuzio, o Vereador Guará Filho (PR) vê que os governantes tratam o câncer como uma morte inevitável e que essas campanhas seguidas de falta de tratamento podem ser consideradas como eutanásias para a população.
O parlamentar taubateano diz que deixará seu mandato de portas abertas para soluções relacionadas ao assunto.
“Temo pela vida do próximo e faço de tudo para me por no lugar deles.
O que tiver ao meu alcance para ajudar as pessoas quanto a isso eu estarei disposto a fazer. Irei conversar com os Deputados de meu partido e se for possível diretamente com o Governador do Estado. Precisamos dar um bom suporte para os tratamentos oncologicos em nossa cidade.” (Ver. Guará Filho – PR).
Para finalizar, Guará Filho (PR) ainda ressalta o poder de mudança que a mídia tem para melhorar essas situações, juntamente com um trabalho serio do Legislativo e Executivo taubateano.