Search
segunda-feira 20 novembro 2017
  • :
  • :

Semana Literária de escola estadual transforma alunos em escritores e empréstimo de livros aumenta 84% em um ano

Em 2015, quando os professores da Escola Estadual Antonio Magalhães Bastos, de Taubaté, perceberam a quantidade de alunos que tinham interesse pela escrita, decidiram criar uma Semana Literária para que os trabalhos dos jovens fossem expostos. O projeto garantiu à escola um aumento de 84% no empréstimo de livros por cada aluno, o terceiro livro publicado e culminará na apresentação de uma peça de teatro encenada nesta terça e quarta-feira por estudantes da escola.
A professora da Sala de Leitura Nivea Maria Veloso conta que há dois anos o projeto Semana Literária foi criado para que os alunos fossem incentivados a escrever mais e alguns deles já foram inclusive “descobertos” e publicaram livros. Durante a mostra, os alunos recebem palestras e workshops. No primeiro ano, a Semana Literária rendeu à agora ex-aluna Glaubia Lisane a publicação da primeira obra. No ano passado, foi o aluno Rafael Sampaio, que hoje está na 3ª série do Ensino Médio, que lançou um livreto de poesia. Neste ano, a escola já garantiu a publicação de uma antologia com trabalhos dos participantes da Semana Literária.
O projeto, assegura a professora Nivea, resultou também no aumento do índice de empréstimos de livros da Sala de Leitura. A quantidade de retiradas por aluno aumentou 84% na comparação entre 2015 e 2016. Em 2015, a escola tinha 500 estudantes, que emprestaram 677 livros. No ano passado, os 400 emprestaram 963 obras. A professora acredita que o número será ainda superior em 2017, já que, apenas no primeiro semestre, foram 321 registros.
Para a Semana Literária, os estudantes também produzem peças teatrais. Para este ano, os ensaios aconteceram até durante o período de férias de julho. Uma sátira do livro Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente, foi encenada ontem, terça-feira, dia 1º, no período da manhã e hoje, quarta-feira, dia 2, no período da tarde.