Search
sexta-feira 20 outubro 2017
  • :
  • :

Redenção da Serra realiza em março o evento Redenção Sabor e Arte

Com o objetivo de movimentar a economia por meio do resgate e valorização de hábitos alimentares tradicionais e de manifestações de arte e artesanato, visando transformá-los em atrativos para incentivar o turismo rural e cultural em Redenção da Serra, o Instituto Cultural Santa Cruz do Paiolinho, conjuntamente com a prefeitura local, preparam para os dias 11 e 12 de março, a primeira versão do evento Redenção Sabor e Arte, uma festa gastronômica-cultural que dará destaque aos pratos da cozinha caipira e ao artesanato redencense.
Segundo a presidente do Instituto Paiolinho, Ana Néri do Carmo de Faria, esta é uma das formas encontradas pela entidade para fomentar o desenvolvimento local, incentivando a comunidade a usar da criatividade e de seus próprios saberes e fazeres para melhorar sua qualidade de vida. “Temos um dos piores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do Vale do Paraíba e vemos na economia criativa, uma forma de reverter essa realidade”, explica.
A programação terá como principais atrativos as tradicionais receitas da culinária caipira, praticada cotidianamente nas cozinhas redencenses, além da oferta de produtos artesanais e da agricultura familiar. “Os pratos que serão servidos no festival gastronômico são aqueles do dia a dia das pessoas, principalmente dos moradores da zona rural, como o frango caipira, a pamonha e também o peixe, criado na represa. Serão receitas bastante simples, mas muitíssimas saborosas”, afirma Ana Néri.
Além das refeições que serão servidas nos dois dias do evento também será realizado, no sábado, dia 11, um festival de “comida de boteco”, com petiscos feitos com ingredientes da cozinha caipira, que também será tema de uma das oficinas que serão realizadas pela equipe de gastronomia do Senac de Taubaté; a outra será sobre cachaça, no domingo pela manhã.
Outros atrativos do evento serão os produtos artesanais, como queijos e doces, e peças de artesanato produzidas localmente, além de exposições sobre “Pássaros de Redenção”, do pesquisador Celso Custódio e “Abelhas Nativas”, do criador Pereira Junior. Os culinaristas João Rural e Ocílio Ferraz, ambos falecidos recentemente, serão homenageados no evento.
Além da parceria com a prefeitura e Senac também apoiam o evento instituições como a Universidade de Taubaté (Unitau), o Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan), o Instituto Chão Caipira e o Instituto H&H Fauser, ambos de Paraibuna.