Search
sexta-feira 20 outubro 2017
  • :
  • :

Redenção da Serra comemora 43 anos de reconstrução da cidade

Redenção da Serra que estava condenada a desaparecer do mapa não fosse a persistência e união de sua população. Isso ocorreu na década de 1970, quando a antiga sede daquele município começou a ser inundada pelas águas do reservatório de Paraibuna, construído pelo governo do Estado.
A cidade ressurgiu num local próximo e esta história é lembrada todos os anos com a realização do Reencontro dos Redencenses, ocorrido no último domingo, dia 27 de agosto, como parte da programação do 43º aniversário da reconstrução da cidade, que foi comemorado na última sexta-feira, dia 25, sexta-feira última.
O deputado estadual padre Afonso Lobato, que é nascido na cidade, também participou do evento, no qual reencontrou amigos de longa data. “É sempre uma alegria retornar ao local onde nasci, vivi toda a minha infância e onde ainda mantenho muitos amigos. A persistência e a união desse povo servem de exemplo de cidadania”, afirmou.

HISTÓRIA

As primeiras especulações sobre a construção do Reservatório de Paraibuna surgiram ainda na década de 1960, quando pouca gente acreditava que isso fosse realmente ocorrer.
Com o passar dos anos e a evolução do projeto, o governo do Estado à época se posicionou contrário à realocação da cidade, sugerindo que a população se mudasse para as cidades vizinhas, que também tomariam posse do território do município, que iria desaparecer. A população, no entanto, se mobilizou e conseguiu construir a nova cidade.