Search
sexta-feira 20 outubro 2017
  • :
  • :

Proposta inclui bicicletários em farmácias

A falta de bicicletários ou para-ciclos – como são chamadas as estruturas de ferro onde é possível prender a bicicleta – levou a Câmara de Taubaté a aprovar projeto de lei que obriga farmácias a instalarem esses dispositivos.
Proposto pelo vereador Rodson Lima Bobi (PV), o projeto de lei nº 68/2017 foi aprovado em primeira votação no dia 12 e depende de mais uma votação no plenário e sanção do prefeito para que entre em vigência.
De acordo com o texto, muitos ciclistas têm dificuldades para acessar esses estabelecimentos devido à falta de bicicletários ou, quando acessam, deixam as bicicletas estacionadas em qualquer lugar.
A proposta altera a Lei 4.223, de 2009, que fixou a obrigatoriedade de estacionamentos para bicicletas em locais de grande circulação de pessoas, tais como órgãos públicos, praças, parques, shoppings e igrejas. Com a mudança, farmácias e drogarias poderão fazer parte desta lista.