Search
segunda-feira 21 agosto 2017
  • :
  • :

Petrobras e empresa francesa assinam acordo de US$ 2,2 bilhões

A Petrobras e a francesa Total assinaram um acordo que vai trazer benefícios financeiros para a empresa brasileira. Com essa parceria, a estatal vai receber US$ 2,22 bilhões. Segundo comunicado divulgado após a negociação, US$ 400 milhões são referentes a uma linha de crédito.
Os contratos assinados, de acordo com a Petrobras, selam a Aliança Estratégica entre as duas companhias. Com isso, serão criadas novas parcerias nos segmentos de upstream e downstream, juntamente ao fortalecimento da cooperação tecnológica que abrange as áreas de operação, pesquisa e tecnologia.
Upstream é a fase da produção de petróleo que engloba as atividades de busca, identificação e localização das fontes de óleo, além de transporte do óleo extraído até as refinarias onde será processado. Downstream é a fase logística, de transporte dos produtos da refinaria até os locais de consumo.
A aliança se resume em alguns contratos: Cessão de direitos de 22,5% da Petrobras para a Total, na área da concessão denominada Iara; cessão de direitos de 35% da Petrobras para a Total, assim como a operação, na área da concessão do campo de Lapa, no Bloco BM-S-9, ficando a Petrobras com 10%.
Também foram assinados contratos para venda de 50% de participação da Petrobras para a Total na Termobahia, incluindo as térmicas Rômulo de Almeida e Celso Furtado, ambas localizadas na Bahia.

Declaração conjunta
Após a assinatura, Pedro Parente e Patrick Pouyanné, presidentes da Petrobras e da Total, divulgaram uma declaração conjunta: “Estamos entusiasmados com a nossa aliança estratégica se tornando realidade. Essa nova parceria, em conjunto com uma forte cooperação tecnológica, criará sinergias e valor, combinando nossa excelência operacional e reduzindo custos em nossos projetos, em benefício de ambas as Companhias”.

Total e Petrobras
Atualmente, a Petrobras e a Total são parceiras em 19 consórcios de exploração e produção. No Brasil, são parceiras na área de Libra, primeiro contrato pelo regime de partilha de produção, localizada no pré-sal da Bacia de Santos.
No exterior, são parceiras no campo de Chinook, no Golfo do México nos EUA, no campo de águas profundas Akpo, na Nigéria, e nos campos de gás de San Alberto e San Antonio/Itau, na Bolívia, além de serem sócias no gasoduto Bolívia-Brasil.
A Total é uma empresa francesa com foco em energia. É ainda considerada uma das principais empresas internacionais do setor de óleo e gás natural e a segunda maior operadora de energia solar do mundo, com a SunPower.