Search
sexta-feira 20 outubro 2017
  • :
  • :

Paratletismo de Taubaté conquista medalhas em Circuito Loterias Caixa

No fim de semana, de 28 a 30 de abril, aconteceu em São Paulo uma das competições-chave do ano para a equipe de Paratletismo do Programa Esporte Para Todos, de Taubaté. A etapa Regional do Circuito Loterias Caixa foi realizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.
Com uma delegação grande, a equipe taubateana voltou com um saldo bem positivo da capital paulista. No total, foram 26 medalhas conquistadas em provas de pista e campo. Foram 8 resultados que valeram índices para 6 atletas, que agora têm vaga garantida na fase nacional do Circuito, que acontecerá em 3 e 4 de junho, novamente no CT Paralímpico, em São Paulo.
Além dos índices, o time de Taubaté voltou com 3 recordes nacionais batidos, dois Recordes das Américas e uma melhor marca do mundo. Na pista, o experiente Claudemir Aleixo fez o Recorde Brasileiro nos 1500m (classe T44). Nas provas de força, André Rocha fez bonito, e competindo em sua nova classe, a F52, cravou a melhor marca do mundo no Arremesso de Peso, com 10,98m. A marca deu a ele a medalha de ouro na prova, além dos Recordes Brasileiro e das Américas. Por conta do regulamento da competição, a marca não pôde ser validada como Recorde Mundial. No entanto, se na etapa nacional do Circuito o paratleta repetir esta marca, aí sim ela vira Recorde Mundial.
André também brilhou na prova do Lançamento do Disco. O paratleta cravou em sua melhor tentativa a marca de 20,78m, o que lhe deu o ouro na prova, o Recorde Brasileiro e o Recorde das Américas.
Esta marca lhe daria, virtualmente, uma vaga no Campeonato Mundial de Paratletismo, que acontece de 14 a 23 de julho em Londres, na Inglaterra. No entanto, o resultado não foi validado como índice também por conta do regulamento da competição. “Já estávamos, eu e meu técnico, cientes de que as marcas não valeriam índice para o Campeonato Mundial. Mas esta etapa do Circuito foi muito valiosa para mim. Passei por uma cirurgia complicada na coluna no ano passado, e meu retorno às competições está sendo gradativo, e estou me adaptando à nova classe. Mas os resultados, especialmente o do Lançamento do Disco, me deixaram confiante e mais focado ainda nessas semanas que virão. O foco é total na etapa nacional em junho, e vou brigar por essa vaga com todas as minhas forças”, comentou André.

Equipe comemora índices para a etapa nacional

Outro objetivo que foi celebrado pelo treinador da equipe de Taubaté, Guto Nascimento, foi o bom número de atletas que confirmaram seus índices para a etapa nacional do Circuito Loterias Caixa. Agora, o time do Programa Esporte Para Todos vai para São Paulo no próximo mês com 7 atletas classificados entre os melhores de todo o país.
“Isso mostra que nosso trabalho está sendo bem feito. Os resultados são a prova de que temos paratletas comprometidos e bem competitivos. Tenho certeza de que vamos honrar esses índices e vamos em busca de medalhas na fase nacional do Circuito Loterias Caixa. É a competição de maior visibilidade no país, e nossos paratletas sabem disso. A equipe toda está muito motivada para este próximo desafio”, disse Guto.
Nos dois dias de disputas na novíssima pista de atletismo do Centro de Treinamento Paralímpico de São Paulo, Aline Abacherli foi a primeira a garantir seu índice. No sábado, ela conquistou o ouro e o índice na prova do Arremesso de Peso (classe F55), com a marca de 5,36m. Esta foi a melhor marca de sua carreira nesta prova. “Estava focada e muito confiante. Vinha treinando forte e queria fazer esse resultado com o índice. Melhor ainda que foi meu personal best, estou muito feliz”, disse a paratleta.
Também no Arremesso de Peso, Marcio Dellafina foi muito bem na classe F40 e além de fazer sua melhor marca da vida, com 6,17m, garantiu o ouro e a vaga na fase final do Circuito. “Gostei bastante do resultado e me senti bem em toda a prova e fui crescendo até chegar nos 6,17m. Apesar de ter de conciliar trabalho e treinos, procuro me dedicar ao máximo e tirar proveito dos treinamentos com o técnico Leandro Mendes. Em todas as tentativas eu me senti forte, e fiz arremessos seguros, e consegui garantir esse índice. A meta agora é buscar melhorar, tenho fé de alcançar os 7 metros.”, disse.
André Rocha garantiu índice no Arremesso do Peso e no Lançamento do Disco, classe F52, além dos Recordes Brasileiro e das Américas em ambas as provas.
Kaian Silva foi prata no Salto em Distância, mas já havia conquistado o índice anteriormente, e já está garantido na etapa nacional.
Na pista, o velocista Rogério Lima, da classe T53, para cadeirantes, foi muito bem e confirmou índice em todas as provas em que disputou. Ele estará na fase nacional do Circuito Loterias Caixa nas provas dos 200m, 400m e 800m rasos.
Fechando o time de atletas com índice que vão figurar na etapa nacional, está o meio-fundista Geovani de Melo, na prova dos 1500m.
O que é o Circuito Loterias Caixa
O Circuito Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e patrocinado pelas Loterias Caixa. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, natação e halterofilismo. Composto por quatro fases regionais e três nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidades para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país.