Search
domingo 18 Fevereiro 2018
  • :
  • :

Alckmin nomeia 50 tenentes-médicos para a Polícia Militar

Alckmin nomeia 50 tenentes-médicos para a Polícia Militar

O governador Geraldo Alckmin nomeou, na manhã de quinta-feira, dia 8, 50 novos tenentes-médicos para a Polícia Militar de São Paulo. O efetivo fará parte do Quadro de Oficiais de Saúde (QOS) e atuará no Centro Médico (CMed) da corporação.
“É uma grande alegria nomear mais cinquenta colegas médicos, extremamente bem preparados, vindos de um concurso difícil. Vão prestar um bom serviço à Polícia Militar nos nossos serviços de saúde. Além da família militar, à toda a sociedade, nas emergências médicas”, comentou Alckmin.
Os futuros tenentes-médicos, 31 homens e 19 mulheres, foram aprovados em um concurso público aberto em abril do ano passado. Nas próximas semanas, os PMs serão empossados e ingressarão no curso de formação, que dura cerca de 6 meses. As aulas acontecem na Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB).
Os médicos da PM são responsáveis pelo atendimento dos colegas da corporação e também estão preparados para atuar em ocorrências médicas em grandes eventos e situações de emergência.
Ao ingressar na carreira, o oficial médico ocupa o posto de tenente de 2ª classe, exercendo um período de estágio com duração de 1 ano. Depois dessa fase, é promovido à 1ª classe.
Reforço de efetivo e investimentos
Desde 2011, o Governo de São Paulo contratou 26.527 policiais militares e bombeiros para atuar em todas as regiões do Estado. No mesmo período, foram adquiridas 11.672 viaturas para a Polícia Militar, compradas com um investimento de R$ 597 milhões.
Estão em formação nas academias 2.438 futuros policiais militares, sendo 2.062 soldados e 376 alunos-oficiais. Além disso, estão em andamento concursos públicos para preencher mais 2.200 vagas de soldados e 221 de alunos-oficiais.
O governador também autorizou a abertura de dois processos seletivos que irão disponibilizar mais 5.400 vagas para soldados.