Search
segunda-feira 20 novembro 2017
  • :
  • :

Alckmin estende reforço contínuo com professores aposentados e da ativa

O Governador do Estado de São Paulo Dr. Geraldo Alckmin, ao lado do Secretário de Educação, José Renato Roberto Naline, e da Diretora da Escola, Lilia ReginaGodoy, anunciou a Extensão do Reforço Escolar para o ano todo na E.E. Luiz Cintra do Prado. Local: São Paulo/SP. Data: 14/03/2017. Foto: Alexandre Carvalho/A2img

Em parceria com o Governo Federal, ação prevê aulas no contraturno nas escolas com baixo desempenho no Ideb; jornadas são de até 15 horas semanais
O governador Geraldo Alckmin anunciou ontem, terça-feira, dia 14, que serão estendidas as ações de reforço de conteúdo ao longo de 2017. As 2.105 escolas estaduais com baixo desempenho no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) terão recuperação contínua para os estudantes. As aulas contarão com supervisão de monitores, em seleção aberta a professores, educadores aposentados e estudantes universitários. A ação acontece logo após a reposição de conteúdo focada em Língua Portuguesa e Matemática nas 5.300 escolas da rede em fevereiro.
O governador destacou que o objetivo da ação “é não deixar ninguém para trás, melhorar a qualidade do ensino e reforçar português e matemática, que são fundamentais para os alunos”. “A educação de São Paulo, que no último IDEB foi primeiro lugar nos Ciclos I, II do Ensino Fundamental e também Médio, vai melhorar ainda mais”, afirmou Alckmin.
O reforço será para alunos com dificuldades dos Anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental (1º ao 9º ano), com aulas no contraturno em turmas com jornada de 5 ou 15 horas semanais, a critério das equipes gestoras das escolas. É estimada a participação de 200.000 estudantes.
O projeto acontecerá em parceria com o Governo Federal, por meio do programa Novo Mais Educação. Serão investidos R$ 20 milhões. A partir de 27 de março, os interessados poderão fazer o cadastro no portal do Ministério da Educação e escolher até 10 turmas.

Recursos digitais

A Secretaria da Educação também preparou um reforço de conteúdo para o Ensino Médio. As aulas serão ofertadas no horário regular a 900 mil jovens de 2.516 unidades, também com dificuldade, segundo o Ideb. Para auxiliar o trabalho, as escolas são orientadas a formar grupos de estudo de acordo com o nível de aprendizagem. Além disso, as equipes devem utilizar as plataformas digitais Foco em Aprendizagem e Currículo +, criadas pela Secretaria, que reúnem os resultados obtidos na avaliação de aprendizagem e do boletim do Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de SP), além de uma série de vídeos, videoaulas, jogos, animações, simuladores e infográficos que dialogam com o currículo oficial.

Jornada de Matemática

Outra iniciativa para reforçar o ensino é o lançamento da Jornada de Matemática. Será a mais importante competição do Estado focada na disciplina. Aberta a estudantes do Fundamental I e II e Médio, terá etapas locais, regionais e estaduais.
A ideia é que a rede utilize as mesmas estratégias traçadas na preparação das OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas). Em 2016, foram 692 medalhas, entre ouro, prata e bronz, conquistadas pela rede estadual paulista.