Search
sábado 21 outubro 2017
  • :
  • :

Vendas no comércio eletrônico na região registram queda de 9,4% no primeiro semestre

O faturamento real (já descontada a inflação) do comércio eletrônico na RM Vale atingiu R$ 174 milhões no segundo trimestre de 2017, queda de 5,8% em relação ao mesmo período de 2016. No primeiro semestre de 2017, o faturamento alcançou pouco mais de R$ 354 milhões, retração de 9,4% em relação ao ano anterior e no acumulado de 12 meses, as vendas do e-commerce na região retraíram 13,1%.
Os dados divulgados nesta quinta-feira, 05, pelo Sincovat (Sindicato do Comércio Varejista de Taubaté e região) são da pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) em parceria com a Ebit.
O número de pedidos no segundo trimestre do ano atingiu quase 416 mil, com tíquete médio (faturamento por pedido) de R$ 418,27, queda de 6,6%, se comparado com o mesmo período do ano anterior (R$ 447,68) – a segunda maior queda de tíquete médio no Estado. No primeiro semestre de 2017, foram contabilizados mais de 835 mil pedidos.
Para o presidente do Sincovat, Dan Guinsburg, a falta de confiança do consumidor tem reflexo direto nos resultados. “Nossa região é muito voltada para a indústria automobilística, que ainda se recupera lentamente da forte crise política/econômica que passamos. Com isso, o consumidor continua com receio de fazer compras de maior valor agregado, que é o caso da Internet. São bens mais duráveis, que no momento não é prioridade do nosso consumidor”, explica Dan.