Search
sábado 19 agosto 2017
  • :
  • :

Taubaté mantém combate ao Aedes aegypti no inverno

A Prefeitura de Taubaté reforça a partir desta semana, a campanha de prevenção ao mosquito Aedes aegypti com o desafio de manter nos meses de inverno a redução histórica de casos de dengue no município, assim como registros de zika e chikungunya.
De acordo com balanço da Vigilância Epidemiológica de Taubaté, de janeiro a maio deste ano foram registrados 50 casos confirmados de dengue no município contra 3.180 casos no mesmo período do ano passado. Até agora são 3 casos importados de chikungunya e nenhum registro de zika em Taubaté.
A prevenção aos criadouros do mosquito deve continuar neste período, caracterizado por temperaturas mais baixas e redução das chuvas. Isto porque a fêmea deposita os ovos nos criadouros e eles podem ficar até mais de um ano viáveis para depois eclodirem em contato com a água. Eles se tornam larvas e depois insetos.
Com o slogan “Temperaturas em baixa? Prevenção em alta!”, a prefeitura busca o envolvimento de toda a comunidade para que a o combate ao Aedes aegypti continue sendo tratado como prioridade em todos os lares de Taubaté.
Agentes do CAS (Controle de Animais Sinantrópicos) de Taubaté também dão continuidade às ações de fiscalização de residências e monitoramento de criadouros em potencial. Está previsto para julho o mapeamento da ADL (Análise de Densidade Larvária) de inverno, que vai identificar o índice de infestação de larvas do mosquito Aedes aegypti no município.

Indicadores – Dengue

Janeiro a maio de 2017
50 casos positivos
916 casos negativos
54 casos aguardando o resultado de exames

Janeiro a maio de 2016
3.180 casos confirmados
1.163 casos negativos