Search
domingo 18 Fevereiro 2018
  • :
  • :

Integral Folia abre hoje Carnaval 2018 em Taubaté

Integral Folia abre hoje Carnaval 2018 em Taubaté

Um grupo formado por cerca de 3.000 alunos da Rede Municipal de Ensino de Taubaté faz hoje, sexta-feira, dia 9, a abertura do Carnaval 2018 na avenida do Povo. Com desfile previsto para as 19h, crianças e jovens vão homenagear os figureiros com o enredo “Do Barro à Arte – Modelando nossa história com os Figureiros”.
Participam do desfile 730 alunos da Educação infantil e 2.280 do Ensino Fundamental divididos em nove alas. A comissão de frente é composta por alunos da Escola Municipal de Artes Maestro Fêgo Camargo e vai abordar a modelagem do barro para confecção das peças que serão representadas por alunos com trajes marrons.
A ala Infantil, denominada Pavão e Galinha D’Angola, relaciona as cores com o mundo real e imaginário das crianças, evidenciando a importância da arte na educação.
A figura do pavão faz referência ao símbolo do artesanato taubateano, além da figura da galinha produzida para a composição dos presépios.
Na sequência, as crianças trazem à avenida a ala Rio Itaim, primeiro local de retirada da matéria prima para a confecção dos moldes. Nesta ala se apresentam a rainha de bateria e os 70 ritmistas que representam o caipira, personagem recorrente na arte dos figureiros. A próxima ala, Arco de Flores, homenageia as peças confeccionadas pelos figureiros caracterizadas por um arco que destaca e atribui alegria à imagem central. A ala Galinha D’Angola aborda a imagem produzida pelos figureiros que, não conseguindo esculpir as imagens de santos, elaboravam os animais que também compõem o presépio. Aqui, alunos do Cemte representarão o mestre sala e a porta bandeira. A ala Boi representa os animais produzidos pelos artistas. A ala Festa da Imaculada faz referência à Rua Imaculada, local de grande influência na cultura e arte da cidade. As baianas serão representadas por mães de alunos do Cemte, valorizando a participação das famílias no processo educacional dos filhos. A ala 6 apresenta as antigas casas de taipas das figureiras. A ala 7 prestigia o pavão como símbolo do artesanato do Estado de São Paulo. A ala 8 vai levar à avenida os grandes homenageados da noite e a última ala será aberta para a participação da família dos alunos.
O samba-enredo foi composto pelo professor Ari da Escola Madre Cecília e a coreografia elaborada pelo supervisor de dança do Programa Integral, Marcelo Campos.