Search
segunda-feira 23 outubro 2017
  • :
  • :

Escola João Alves proporciona aula de Dança do Ventre todo sábado

O Programa Escola da Família é um projeto criado pela Secretaria de Educação de São Paulo, que abre as escolas nos fins de semana, oferecendo diversas atividades ligadas ao esporte, cultura, trabalho e saúde, promovendo maior bem estar e melhor qualidade de vida para todos os participantes, que podem ser os alunos, pais, voluntários e à comunidade em geral.

Há várias escolas que participam desse projeto na cidade de Taubaté, como é o caso da E.E.Monsenhor João Alves, que fica na Vila São José. A escola está com uma programação aberta para a comunidade no mês de junho nos dia 18 e 24, onde vai acontecer o evento de Mangá Anime Express, dia 18 e a Festa Junina no dia 24.

Profª Vera Borges

Dentre os vários cursos que são oferecidos está a Dança do Ventre, que acontece todos os sábados ás 16h, com  Vera Borges

 

 

Professora, coreógrafa e bailarina. Para participar das aulas, basta fazer a inscrição e levar um atestado médico, permitindo a prática desta modalidade de dança.

O objetivo da iniciativa destas aulas, ministradas pela professora Vera Borges é tornar mais acessível a arte oriental da Dança do Ventre, levando seus inúmeros benefícios à todas que queiram participar das aulas.

A professora Vera Borges citou alguns benefícios que a Dança do Ventre proporciona à quem pratica essa arte. Aumenta a auto estima; Combate o stress e a depressão; Aflora a feminilidade; Corrige a postura; Tonifica e fortalece os músculos; Alonga musculatura e previne lesões; Modela cintura; Queima calorias; Melhora funções digestórias, respiratórias e circulatórias; Desenvolve a coordenação, a criatividade, a sensibilidade e a intuição; Prepara o corpo da mulher para a gravidez e o parto; Diminui cólicas menstruais. “A dança do ventre é uma atividade saudável, feminina e prazerosa, e quando dançamos, transmitimos o que vai dentro de nossa alma, então dance e seja feliz. Experimente uma aula e comprove. Participe das aulas ou seja um voluntário, busque uma melhor qualidade de vida e faça o melhor para você e para os outros, o retorno é sempre compensador”, disse a professora.