Search
sábado 21 outubro 2017
  • :
  • :

Crescimento do PIB será de 0,7% em 2017, aponta Ipea

Com a recuperação dos setores econômicos, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) espera um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 0,7% neste ano. Para 2018, o órgão estima que a economia avance 2,6%.
As estimativas estão em linha com a avaliação de especialistas do mercado financeiro, que esperam um crescimento de 0,68% da economia neste ano e de 2,30 em 2018.
No terceiro trimestre, o estudo do Ipea aponta para um crescimento de 1,4% da indústria, de 0,5% nos serviços e de 11,1% na agropecuária. Além disso, o órgão também aposta em uma alta no consumo das famílias e nas exportações como fatores que vão impactar o PIB de forma positiva neste ano.
“As projeções pressupõem um cenário de relativa estabilidade da percepção de risco em relação à economia brasileira”, afirma o estudo.
Segundo o órgão, a nova taxa de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Taxa de Longo Prazo (TLP), que reduz os gastos do Tesouro Nacional, a nova regulamentação do setor de infraestrutura e a modernização trabalhista são medidas que podem ampliar o avanço econômico no médio e longo prazo.

Contas públicas

No estudo, o Ipea chama atenção para a aprovação da reforma da Previdência Social. Caso o sistema previdenciário não mude, há risco para o funcionamento da economia.
Atualmente, a Câmara dos Deputados analisa a proposta de reforma da Previdência, que prevê a adoção de uma idade mínima de 65 anos para homens e de 62 anos para mulheres acessarem ao benefício. Ela é considerada essencial para equilibrar as finanças do País.