Search
sexta-feira 20 outubro 2017
  • :
  • :

Comemorado dia 25 de setembro, dia nacional do trânsito provoca debate de ações na Câmara de Taubaté

Guará Filho (PR) ressalta a importância de levar o assunto com seriedade aos jovens nas escolas para uma boa formação de motoristas, e, o trabalho de fiscalização do IPEM – SP
Na Sessão Ordinária da última segunda-feira, 25 de setembro, o Vereador Guará Filho (PR), que é servidor municipal do setor de trânsito de Taubaté, usou a tribuna como um instrumento para informar, alertar e conscientizar a população quanto aos assuntos de transito e mobilidade, já que na mesma data era comemorado o dia Nacional do Trânsito.
O dia Nacional do Trânsito tem o objetivo de promover a conscientização nas vias de tráfego em todo o país. A comemoração marcada para o dia 25 de setembro foi escolhida pelo fato de ser a data que aconteceu a promulgação do Código Brasileiro de Trânsito (CTB) no ano de 1997. Segundo o parlamentar taubateano, a educação de trânsito precisava ser revista, principalmente no que tange a autorização para receber a CNH.
“Primeiramente, a meu ver, para formarmos bons motoristas temos que começar a conscientizar as crianças nas escolas municipais e particulares da nossa cidade. O cursinho para tirar a carteira de motorista é ruim, porém 40 dias é muito pouco para se criar um motorista consciente e responsável”. (Ver. Guará Filho – PR).
Na concepção ideal do vereador seria perfeito se houvesse uma mudança na grade curricular nacional, onde a mudança seria a adição de uma matéria de educação de transito na formação escolar e social dos jovens brasileiros.
“Educação no trânsito tinha que ser ou fazer parte de uma matéria obrigatória nas escolas, conscientizando os pedestres, motociclistas e até mesmo ciclistas. Hoje você dar um carro na mão de qualquer pessoa que não tenha o mínimo de responsabilidade e noção do que significa dirigir com segurança pode ser fatal para a sociedade”. (Ver. Guará Filho – PR).
Ainda dentro do debate sobre trânsito, porém no que tange a fiscalização e o trabalho dos radares fixos e moveis do município, Guará Filho além de criar um projeto que proíbe a instalação de radares moveis em locais escondidos em Taubaté, também, ressalta que existem órgãos públicos que podem ser acionados quando o cidadão se sentir prejudicado com alguma multa de trânsito e quiser contestar a medição dos radares.
“Para quem não sabe, o IPEM – SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo) pode ser procurado por qualquer munícipe que quiser saber se o radar que ele levou multa esta com a aferição correta, ou seja, o munícipe entra em contato e pede uma avaliação do referido radar, e o IPEM vem até o local e constata se está operando de forma correta ou não. É um trabalho excelente e que precisamos dar publicidade para a população”. (Ver. Guará Filho – PR).
O telefone de contato do IPEM – SP é o (11) 3581-2000, e o cidadão que quiser mais informações sobre o trabalho do órgão basta acessar o site oficial do instituto na internet que é o: www.ipem.sp.gov.br.
“Em meu mandato quero de qualquer forma, além de fiscalizar o executivo e propor projetos de lei em beneficio de Taubaté, levar, também, até a população informações que muitas vezes eles sozinhos não tem acesso como, por exemplo, o caso do IPEM – SP”. (Ver. Guará Filho – SP)