Search
quarta-feira 18 outubro 2017
  • :
  • :

Mais de 87% dos estrangeiros que visitaram o Brasil avaliam o país positivamente

Turistas responderam sobre hospitalidade, alojamento, gastronomia, aeroportos, segurança, limpeza e sinalização turística
Cerca de 87,7% dos turistas estrangeiros que estiveram no Brasil em 2016 avaliaram positivamente a visita ao País. Além disso, 95% dos visitantes internacionais afirmaram que têm a intenção de voltar ao Brasil. Os números foram divulgados pelo Ministério do Turismo ontem.
Na pesquisa, realizada com 37.634 turistas estrangeiros, foram avaliados itens como hospitalidade, alojamento, gastronomia, aeroportos, segurança, limpeza e sinalização turística, entre outros.
À exceção da categoria “telefonia e internet”, que foi aprovada por 69,6% dos entrevistados, os demais 15 itens tiveram avaliações superiores a 72%, com destaque para hospitalidade (98%), alojamento (95,7%), gastronomia (95,4%) e restaurantes (95%).
Se considerada a série histórica, 14 itens superaram as avaliações do questionário aplicado há cinco anos – com destaque para os aeroportos, que, em 2012, foram aprovados por 73,3% dos turistas e, em 2016, conseguiram atingir 89,9% de aprovação – um crescimento de 23%.
“As obras de infraestrutura e as iniciativas de qualificação, adotadas principalmente para os grandes eventos, já estão dando frutos. Essa pesquisa demonstra que nossos destinos estão mais estruturados para receber os turistas. Com isso, o Brasil se torna cada vez mais competitivo no cenário global”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

América do Sul

Ainda segundo a Demanda Internacional, 56,8% dos turistas que visitaram o Brasil em 2016 vieram da América do Sul, um crescimento de 32,2% em cinco anos.
Os argentinos seguem na liderança absoluta entre os vizinhos, representando 34,9% do total de visitantes no País. O segundo principal emissor são os Estados Unidos que, em 2016, enviou pouco mais de 570 mil turistas para o Brasil.
Porém, apesar de representarem maioria entre os estrangeiros que nos visitam, os sul-americanos gastam pouco em nosso país. A pesquisa revela que os turistas provenientes dos países europeus e dos Estados Unidos têm um gasto per capita de aproximadamente o dobro do verificado entre os visitantes da América do Sul, com destaque para os norte-americanos, que gastaram US$ 1.234, quase 2,2 vezes mais que os argentinos, US$ 548,92.
O turismo de sol e praia continua sendo o principal atrativo da vinda ao Brasil, responsável por 68,8% da motivação das viagens a lazer. Já 16,6% dos estrangeiros buscavam natureza, ecoturismo ou aventura em sua experiência em nosso país, e 9,7% citaram o turismo cultural com principal motivo da escolha pelo Brasil.

Hospedagem

Apesar de mais da metade (51,5%) dos estrangeiros ainda optarem por hotéis – percentual que se mantém estável nos últimos cinco anos – uma parcela significativa (16,7%) dos turistas internacionais que chegam no Brasil está optando pelo aluguel de casas. Há cinco anos, esse percentual não chegava a 12% (11,9% em 2012) – um crescimento de 40% desse tipo de hospedagem.