Search
sábado 17 Fevereiro 2018
  • :
  • :

Santo Verbo – Santuário de Santa Rita de Cássia em Santa Cruz (RN)

Santo Verbo – Santuário de Santa Rita de Cássia em Santa Cruz (RN)

Imagem de Santa Rita de Cássia no topo do Monte Carmelo

 

A maior imagem religiosa da América Latina

No calor do agreste nordestino, um atrativo turístico e de devoção, situado a 130 quilômetros de Natal, no Rio Grande do Norte (RN). A edificação, em 1825, da primeira capela do povoado de Santa Cruz foi em homenagem à (padroeira) Santa Rita de Cássia.

Visitantes de toda parte do Brasil e do exterior

O município de Santa Cruz (BR-226) abriga o Santuário Religioso da Santa Italiana, que em estilo arquitetônico escultural, fortalece o terceiro setor da economia – a rota do turismo religioso no Estado. No decorrer do ano, o Santuário atrai inúmeros excursionistas, devotos, peregrinos e turistas brasileiros, como também, de Portugal, Espanha e outros países.
De acordo com o padre Aerton Sales: “a fama de Santa Rita se deve a milagres improváveis que aconteceram em sua vida. Santa Rita era viúva e seus filhos tinham morrido. Ainda assim, ela conseguiu entrar para um convento, quando só eram aceitas virgens. Outro milagre ocorreu pouco antes de sua morte. Era inverno e ela pediu que buscassem rosas no jardim de sua casa. Tudo estava coberto de neve, mas conseguiram encontrar e trazer as rosas”, declara o pároco Aerton Sales.

Conhecida como a “intercessora das causas impossíveis”, anualmente, em 22 de maio, celebra-se o dia de Santa Rita de Cássia. Considerada a quinta santa de maior devoção do mundo.
A estátua de Santa Rita de Cássia com 56 metros de altura, da base à coroa, é mais alta que o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e, a Estátua da Liberdade, em Nova Iorque, nos Estados Unidos.
Há um projeto da Arquidiocese de Natal, em uma perspectiva, para a construção de um teleférico que ligará a Igreja Matriz de Santa Cruz, do centro da cidade, ao chão do Santuário de Santa Rita de Cássia.

 

Por Tibério de Sá Leitão – Jornalista

01/02/2018