Search
quarta-feira 22 novembro 2017
  • :
  • :

Metalúrgicos manifestam contra a reforma da previdência


O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté, Hernani Lobato, recebeu nessa manhã, 06 de março, a Deputada Federal, Pollyana Gama (PPS), na sede da instituição, para discutir junto da Diretoria, a contrariedade da reforma da presidência.
A intenção foi esclarecer diversos pontos do texto e transmitir para a deputada a insatisfação e os prejuízos que a reforma vai trazer ao trabalhador.
Lobato abriu a reunião apontando os principais argumentos contra a reforma. “Entendemos que os trabalhadores são os mais afetados sempre. A classe média e os mais pobres.”, expôs o presidente do sindicato.
Durante a conversa com a direção, Pollyana Gama se mostrou informada e cautelosa sobre o assunto. “Não vamos criar falsas expectativas. Estamos vivenciando momentos de grandes desafios e o assunto da previdência é complexo e precisa ainda ser estudado”, afirmou a deputada.
Durante o evento, as questões da reforma da aposentadoria envolveram, principalmente, a transparência das contas do governo, quanto previdência, estatuto do idoso e os impactos sociais da reforma.
“O evento foi produtivo. O tema é importante e envolve toda a sociedade, temos que estar atentos o tempo todo e discutir muito antes de aprovar uma medida como essa”, opinou o Secretário de Organização adjunto do sindicato, Paulo Gerônimo.
O evento fez parte da campanha contra a reforma da previdência, promovida pela Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CMN).

Hernani Lobato discursa contra a reforma da presidência na Câmara

O Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté, Hernani Lobato, discursou nessa tarde, durante a Tribuna Livre, na Câmara Municipal de Taubaté. O presidente usou o espaço de cinco minutos para explanar contra a Reforma da Previdência e apresentar os argumentos que defendem a posição do sindicato.
“O governo afirma a necessidade da reforma e discute dificultar apenas o benefício dos trabalhadores, mas não toca nos textos e benefícios que defendem outras classes, como a política, militar, poderes executivos, legislativos e o judiciário. A intenção deles é apenas prejudicar os trabalhadores mais humildes.”, apontou Hernani.
Após as palavras do presidente, os vereadores discutiram sobre o assunto e parabenizaram a iniciativa do sindicato em mostrar a posição de sempre estar defendendo a classe trabalhadora de todo país, além de ser uma instituição muito forte para a cidade.