Search
segunda-feira 23 outubro 2017
  • :
  • :

O Contador de Histórias

Aparências…

Por Oswaldo Crisante Xavier dos Santos

 
As aparências, às vezes, enganam. E para abordar esse assunto, vou descrever situações em que somos enganados e, por essa razão, não podemos julgar uma pessoa pelo que demonstra ser e podemos até cair numa cilada.
Um casal em lua de mel hospedou-se num “resort” em Fortaleza, casaram-se após três meses de namoro. Pela manhã, decidiram ir à piscina e tomar um banho de sol. Acolhidos com todo conforto, iniciaram um bate papo.
__ Nós não sabemos nada sobre o outro! Disse a moça.
__ Não há problema, nos conhecemos com o tempo! Retrucou ele.
Ela concordou. Logo em seguida, ele se levantou, subiu no trampolim de 10 metros, realizou uma perfeita demonstração de todos os saltos que existem, e voltou para junto da esposa.
A jovem ficou impressionada com a performance do marido e disse:
__ Isso foi incrível!
__ Fui campeão olímpico de saltos ornamentais. Respondeu ele todo garboso.
E, ainda argumentou:
__ Eu te disse que a gente ia se conhecendo com o tempo.
Naquele momento a moça se levantou, entrou na piscina e começou a nadar, ida e volta em impressionante velocidade.
Depois de mais de 30 idas e voltas, ela saiu da água e sentou-se junto do marido, sem demonstrar nenhum cansaço.
Ele ficou extasiado:
__ Estou surpreso! Foste nadadora olímpica?
__ Não! Explicou:
__ Fui puta em Veneza e atendia à domicílio.
Perceberam como as aparências enganam. Mas, a segunda história envolve um machão. Veja, então, o poder de um beijo.
Uma caravana de motociclistas fortes e bigodudos percorria uma rodovia, em poderosas motos. De repente, eles avistaram uma garota que estava a ponto de saltar de uma ponte a um rio.
Os motociclistas pararam e o líder deles, um homem corpulento e de aspecto rude, saltou da moto. Ele se dirigiu até a moça e perguntou:
__ Que diabos você está fazendo?
__ Vou me suicidar. Respondeu suavemente a delicada garota com a voz cadenciada e ameaçando pular.
O motociclista pensou por alguns segundos, e finalmente disse:
__ Bom, antes de saltar por que não me dá um beijo!
Ela acena com a cabeça, bota de lado os cabelos compridos encaracolados e dá um beijo longo e apaixonado na boca do rapaz grandalhão.
Depois desta intensa experiência, a gangue de motoqueiros aplaudiu. O líder recuperou o fôlego, alisou a barba e admitiu:
__ Este foi o melhor beijo que me deram na vida. É um talento que se perderá caso você se suicide. Por que quer morrer?
__ Meus pais não gostam que eu me vista de mulher!
Aí o espanto foi geral. Parece que o caso terminou classificado como homicídio e não suicídio.
REPRISE = A pedido de Roberto Bomfim