Search
sábado 23 setembro 2017
  • :
  • :

Coluna do Luiz Carlos Batista – 23/09/2017

Fundo Penitenciário

A deputada federal Pollyana Gama informou que a Câmara Federal aprovou, dia 20, Medida Provisória que reformula o Funpen (Fundo Penitenciário Nacional). Um dos pontos positivos, segundo ela, é a destinação dos recursos conforme população carcerária. A íntegra da proposta do Governo pode ser acessada por meio do link https://goo.gl/sBjPNJ.

Fundo Penitenciário 2

Pollyana Gama lembrou que na região do Vale e Litoral existem presídios em Taubaté, Tremembé, Potim, São José dos Campos e Caraguatatuba. Hoje os municípios têm despesas com custeio, entre eles a retirada e transporte do lixo. Em Tremembé, por exemplo, são seis toneladas/dia. Ou seja, são verbas que, a partir da entrada em vigor da lei, serão investidas em outras áreas nessas cinco cidades que têm penitenciárias.

Calçadas dignas

A Prefeitura iniciou, pela rua Jacques Felix, a recuperação das calçadas do centro, iniciativa feliz da administração Ortiz Júnior. Antes tarde do que nunca, porque nunca vi nenhum projeto de envergadura que mudasse as cenas horríveis que se vê nas calçadas de Taubaté. Quantas pessoas já não se acidentaram (inclusive um dos meus filhos)? Quase 15% dos taubateanos têm alguma deficiência, então a calçada passa a ser um grande empecilho.

Quem paga a conta?

Já elogiei o projeto de revitalização das calçadas do centro, que começou pela rua Jacques Felix. Até aqui tudo bem, tudo bonito, o centro ficará mais seguro e os acidentes, muito comuns, tendem a diminuir. Mas, quem paga a conta? O custo das obras ficará em R$ 5 milhões, vai valorizar as casas residenciais e comerciais. A Prefeitura vai cobrar dos proprietários essa contribuição de melhoria?

Suicídio? Que absurdo!

Não bastasse o Vale do Paraíba ser a região mais violenta do Estado, agora a média de suicídios aumentou tanto que superou o índice do Estado. Segundo dados divulgados por órgãos públicos, de 39 suicídios em 1980, foram registradas 123 em 2015 – nada menos que 215% a mais (o Estado teve acréscimo de 113%). A população aumentou 96%, índice bem menor que o de suicídio. Além da depressão, estão entre as causas o álcool e as drogas.

Ponto turístico preferido

Levei uma amiga para conhecer os principais pontos turísticos de Taubaté. E nessa “viagem” pela cidade, fui mostrando o Mercadão, o Museu de História Natural, a Casa do Figureiro, e, por último o Monumento ao Cristo Redentor. Pois, foi nessa ciceronagem que “descobri” que o Cristo Redentor é, para mim, a principal referência turística de Taubaté. Aliás, em 2000 ganhei concurso de foto, promovido pela TV Vanguarda Paulista, justamente com o nosso Cristo.

Escolha do local

O Monumento ao Cristo Redentor foi inaugurado dia 20 de janeiro de 1956. Naquela época, foram visitar o local o bispo D. Francisco Borja do Amaral, o professor Theodoro Corrêa Cintra, o jornalista Waldemar Duarte e um senhor que serviu de motorista, Angelo Abrahão Assis, que mais tarde veio a ser meu sogro. Naquele dia, todos concordaram que lá na colina seria o local ideal.

Proibido visitar o Cristo

Pena que, depois de tantas décadas, de milhares de visitas, hoje a população e turistas não podem subir ao pé do Cristo para tirar as fotos de praxe e ter uma bonita visão da cidade. O acesso foi fechado por ordem da Diocese de Taubaté, alegando depredação do local. Estou rezando para que o senhor bispo reveja essa situação. Vamos ver se minha reza tem poder para sensibilizar o representante da Igreja Católica ou se vai prevalecer sua intransigência!