Search
sábado 24 Fevereiro 2018
  • :
  • :

COI de Taubaté registra 4.184 ocorrências em 2017

COI de Taubaté registra 4.184 ocorrências em 2017

O COI (Centro de operações Integradas) de Taubaté registrou de janeiro a dezembro de 2017 4.184 ocorrências. O sistema de monitoramento, que foi inaugurado em 30 de junho de 2014, atinge, após três anos e meio de implementação, um saldo de 16.221 ocorrências registradas.
A central de monitoramento, composta por 130 equipamentos de alta tecnologia, é operada pela Secretaria de Segurança Pública e funciona 24 horas por dia. Ela integra o trabalho das forças de segurança (Polícia Militar, Guarda Municipal, Bombeiros, Defesa Civil), da Fiscalização de Posturas na verificação do descarte irregular de lixo e entulho, além de auxiliar no chamado às ambulâncias na ocasião de acidentes. Outra frente de ação está relacionada ao trânsito, com 298 ocorrências, somente no ano passado, acompanhadas pela Secretaria de Mobilidade Urbana.
O COI também conta com os chamados ‘radares inteligentes’, que fazem um cerco eletrônico nos acessos à cidade e permitiram a localização e recuperação, com o apoio da Polícia Militar, de 301 carros furtados e roubados.
Em março de 2017, o SIOPM (Sistema de Informações Operacionais da Polícia Militar) foi instalado, permitindo que as ligações feitas ao 190 sejam direcionadas ao COI quando a natureza da ocorrência estiver relacionada a questões municipais.
Das 4.184 ocorrências registradas no ano passado, 2.543 teve a Polícia Militar acionada para deflagrar operações e abordagens. Entre elas estão, por exemplo: uso e tráfico de entorpecentes (147), roubos e furtos (87), atitudes suspeitas (420), captura de foragidos (08), desinteligência (121), entre outras. Em 2017, o COI participou ativamente ou auxiliou na apreensão de 270 suspeitos, que foram apresentados aos plantões das delegacias de polícia.
O COI registrou 690 solicitações para fornecimento de imagens por parte da população (327) e órgãos especializados como DISE – Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (196) e DIG – Delegacia de Investigações Gerais (117), entre outros (50).